Aqui, para sempre

Ainda comigo, minha querida
Deixa-me levar-te numa viagem diferente
Deixa-me mostrar-te como é ficar no quase
Sem ultrapassar o auge do momento.

Quero que saibas, meu amor
Que tenho sido o teu maior admirador
Que me perco nesse teu fogo como fumo
E que te quero dar um nada que será tudo.

Repara, minha flor
Só quero contigo quase dar as mãos
Quero quase contigo criar uma ilusão
Que viverá eternamente como nossa inquietação.

Sei que não me percebes
Do alto da tua falsa inocência
Vem apenas comigo ao nosso sítio
Para uma última única experiência.

Eis-nos aqui
Despidos de todos os rodeios
Não te iludas e fecha os olhos
Para que me não vejas partir
Quando quase partilhámos um beijo.

Comentários