terça-feira, 18 de março de 2014

Há tantas coisas que te quero dizer e não sei como o fazer

«Nunca tive aquele poder inato com as palavras. Não que eu seja mau na construção frásica, apenas não sei expressar sentimentos.»

Por várias vezes, tento dizer mil e uma coisas a ela. Ela, é aquela pessoa que veio mudar o meu mundo. Ela, é aquela pessoa que me fez lutar por um coração que, segundo ela, nunca fora tratado como tal. Ela, tal como eu, teve mentiras em algo onde as mentiras não têm espaço. Apenas confiança. Quase cega.

Ela diz-me que nunca teve ninguém como eu. Também me diz que é tudo tão diferente do que tinha tido no passado. Eu apenas gostava de lhe dizer que tudo nela é diferente do meu passado. "Sou o teu escravo mais leal".

Nos dias em que penso como seria a minha vida sem ela, além dos arrepios na pele sinto que o meu vazio nunca iria estar tão cheio como antes. Nunca tive ilusões aquando as minhas tentativas de a conquistar. Pensava sempre «pelo menos tentei, mas o mais certo é que nunca a terei». Nunca fui tão feliz por saber que eu estava errado. A antítese perfeita. Ela é a pessoa certa.


Sem comentários:

Enviar um comentário